Risoto de Funghi Secchi

IMG_8280

Acho que eu nunca contei por aqui que o Joãozinho é chato pra comer desde a introdução de sólidos. Não estou nem falando da quantidade…  sempre aquém daquela que julgamos digna. Estou faland0 de uma criança q enjoa dos pratos oferecidos na velocidade da luz. Se hj ele devora um prato de macarrão ao alho e óleo, amanhã eu te posso jurar q ele não vai querer nem ver!! É, isso exige um cardápio variado por aqui…

Uma das receitas que costumam fazer o maior sucesso cá em casa é essa de risoto de funghi. Deliciosa, fácil e saudável! Vira e mexe eu faço e o resultado é sempre esse que vcs podem conferir no vídeo, estrelando Joãozinho:
http://youtu.be/I6hUyANxK6E

O povo costuma pensar q risoto não pode ser oferecido para criança por conta do álcool, mas pode sim, pois o álcool evapora todo, viu? Outra coisa importante é usar um bom queijo parmesão e não essas farinhas de parmesão industriais  q vendem por aí, além, é claro, do arroz arbóreo, pois risoto com arroz comum não funciona! Ah!!! E por último: arroz arbóreo não se lava, arroz arbóreo não se lava, arroz arbóreo não se lava! Se lavar ele perde a liga e estraga tudo. Não me pergunte se eles são limpinhos de fábrica, sou feliz sem essa informação. rs 😉

Anota aí:
400g de arroz arbóreo
1 batata
1 cenoura
1 chuchu
cebola picadinha para o caldo
alho
40g de funghi seco
50g de manteiga
120g de queijo ralado
140ml de vinho branco
+ 1 cebola média picada
2 colheres de sopa de salsinha picada

1 -Coloque o funghi de molho em 2 xícaras de água bem quente. Deixe descansar por 30 minutos. Retire o funghi e coe a água num coador de pano para separar qualquer resíduo. Corte o funghi em pedaços pequenos e reserve o líquido.

2 – Para fazer o caldo pique em pedaços pequenos a batata, a cenoura e o chuchu. Coloque para cozinhar no vapor  e depois refogue-os no azeite ou óleo com bastante cebola e um pouquinho de alho.
Junte ao refogado o líquido do funghi e bata no liquidificador.
Complete com água até atingir 2 litros.
Despeje em uma panela e mantenha aquecido em fogo baixo e adicione sal a gosto.
Obs.: O arroz não leva sal, ele será salgado por meio desse caldo e tb com a juda do parmesão ralado.

3 – Em outra panela derreta metade da manteiga e refogue a cebola picadinha, apenas murchando-a, sem deixar queimar. Acrescente o arroz e refogue até que fique translúcido (ou quase). Regue com o vinho branco e deixe evaporar todo o álcool. adicione o funghi e mexa mais uma vez.

4 – Vá juntando o caldo ao arroz, concha por concha, sem parar de mexer, esperando o caldo da vez anterior ser absorvido pelo arroz antes de colocar a concha seguinte, sucessivamente, até que o arroz esteja macio, mas ainda um pouco firme por dentro. Desligue o fogo, junte o restante da manteiga aos pedaços, o parmesão, e mexa vigorosamente. Salpique com salsinha picada e sirva bem quente, com parmesão ao lado.

Bom apetite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s