Madre Padrone

31 de janeiro de 2015

Brincávamos na sala da casa da avó. Eu, ilustre proprietária de uma loja de brinquedos; ele, jovem aprendiz de apenas 3 anos de idade. Sua tarefa: arrumar os brinquedos na vitrine, no caso uma namoradeira.
Para dar veracidade à brincadeira capitalista, ao ver q o pequeno explorado se divertia com a mercadoria, usei a voz de patroa megera e disse:
– Pó pará com a brincadeira e bora trabalhar!!!
Sem titubear ele conclui indignado:
– Afe! Vida de empregado não é mole!
rs

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s