Filosofia de Banheirim

Ele está tomando banho. Ela entra pra fazer xixi e puxa o assunto:
— Todo mundo tem problemas, né João?
— Todo mundo tem problema… — fala pausadamente. Sinto sobriedade no tom de voz.
— Vovó tem problema no joelho! 
— Eu tenho problema no olho.
— Eu tenho problema de comer: não posso leite, corante e oleaginosas! — o tom é de perplexidade.
— Até o papai tem problemas!!! — ele admite meio a contragosto.
Então ela conclui com toda pureza que pode existir:
— Só a mamãe é perfeita! 
💓
Até quando, meu Deus?

Maria Flor vai fazer 5 essa semana.
João Miguel vai fazer 8 mês que vem.
03/02/2019

Anúncios

Da Singeleza do Amor Fraterno

Era cerca de 11horas e ela estava quietinha no escritório.
— Maria Flor, o q vc está fazendo? — gritei da cozinha.
Ela veio sorrateira e me confidenciou ao pé do ouvido:
— Um presente pro João. — pôs o dedo na boquinha me pedindo cumplicidade.
Na hora do almoço ela trouxe o presente: várias formas geométricas pintadinhas com cuidado e recortadas por ela com mãozinhas de aprendiz.
— João, olha o q eu fiz pra vc!!! — disse com um sorriso nos lábios, outro nos olhos e mais um no coração.
Eu, adulta encouraçada, fiquei apreensiva: achei q o menino fosse fazer pouco. 
Então ele respondeu:
— Q liiiindo, Maria! 
E seus olhos brilharam com gratidão genuína.

Maria Flor tem quase 5. 
João Miguel tem quase 8.
17/12/2018

Eclesiastes 3

Foi um domingo de sol incomum na serra ontem. Coloquei panos pra quarar, levei os meninos ao parque e fim de tarde fomos ouvir a linda Patrícia Quinteiro Araújo tocando no Brewzin.
Pat, tendo visto o vídeo q postei da minha Flor canora, chamou a pequena ao microfone.
Eu – coruja! – corri para buscar o celular e filmar a pequena cantando.
Volto e me deparo com a menina muda de olhos aflitos.
Acudo a filha com um sorriso nos lábios e desculpo-me dizendo que ela ficou tímida, etc e tal, adultez, blá blá blá.
Dona de si, certeira e decidida ela me agarra a cabeça e me confidencia ao pé do ouvido com voz murmurante:
– Eu não fiquei tímida, é que não estou PREPARADA para cantar pra tanta gente! 😱

Aviso aos navegantes que, infelizmente, por ora os shows são só para amigos seletos! 😂
Maria Flor tem 4 anos, eu tenho muito mais que isso, mas aprendo com ela todo dia. ❤
19/11/2018

Parabéns, marketeiros!

Eu estava na cozinha lavando a louça, ele chegou sorrateiro:
— Mamãe, esses dias eu vi na televisão a propaganda de um produto ótimo!
Eu, incrédula:
— É, filho?
Continuou animado:
— Sim, é muito mais fácil limpar com ele. Assim sobra muito mais tempo pra senhora fazer o q quiser! Brincar com os filhos… 😀
Sorriu e se foi saltitando na inocência.

(João Miguel, 5 anos e 5 meses — reagindo às propagandas q invadiram o YouTube)
02/09/2016

Marcha Fúnebre para um Grande Amor

Era domingo de manhã, o relógio não marcava nem sete e meia quando ela sorrateiramente subiu na minha cama e se aninhou nos meus braços, se enroscou nos meus cabelos, me beijou os olhos, me despertou.
Sorria.
Ficamos quietinhas alguns poucos minutos.
Ela tinha os mesmos olhinhos apaixonados q eu vi dia desses pelo retrovisor.
Olhou pra mim com ternura e disse:
– Mamãe, quando vc morrer eu vou cantar assim: “Meu amor morreu! Meu amor morreu!” – cantou em tom maior um partido alto de dar inveja na Beth Carvalho. 😅

Neste instante eu quase morri: de amores e de tanto rir. 😂

Maria Flor tem 3 anos e já compõe letra e melodia.
29/11/2017

A MÃE MALVADA

Segunda-feira é o dia mais corrido. Chego em casa com os pequenos em torno de 12:30 e as 13:40 tenho que sair com eles de novo para um projeto super bacana na UNB. Quem tem criança em casa sabe que 70 minutos para: tirar a roupa, colocar outra roupa, almoçar, escovar os dentes, pentear os cabelos e sair – é tarefa para quem tá no nível 10 da maternidade.
Hoje o João trouxe um livro novo da escola e aMaria Flor queria folhear todas as 118 páginas do tal livro ANTES de almoçar. Expliquei q não dava tempo. Avisei q perderíamos o projeto. Tentei – num ato de desespero materno – arrancar o livro de suas mãos… Em vão! Houve choro e ranger de dentes! Resignada almocei e esperei pacientemente todo o ritual q já estava em curso – lá pela página 67.
Acabada a etapa sentou-se de frente ao prato e me pediu uma história. Disse que hoje não dava pra contar história, q estávamos atrasados.
Fez muxoxo e muito aborrecida sentenciou:
– Então eu vou contar a história!

“Era uma vez uma mãe muito malvada que gostava de maltratar as crianças. Ela se chamava Danielle.
Um dia as crianças chamaram uma abelha que era amiga delas para picar a mamãe malvada (pausa para as gargalhadas, dela, claro). Depois as crianças jogaram pedaços de abóbora na mamãe malvada e derrubaram tinta na roupa dela. No final as crianças acenderam uma fogueira e jogaram a mãe lá.”

Essa não vai precisar de terapia, talvez eu sim.

Chegamos 15 minutos atrasados, mas estando viva eu tô no lucro.

E no dia seguinte…

TODA MAMÃE SERÁ PERDOADA

Essa noite ela vomitou 2 vezes, ainda não sei o q é e, justamente por isso, não mandei pra escola. Xameguei a manhã toda: colo em livre demanda, cafuné e dengo.
Resolvi então remoer a história de ontem.
Ela no meu colo, um sorrisinho de quem não tem nada grave.
— Maria Flor, na história de ontem, da mamãe malvada, ela morreu queimada?
— Não, mamãe, logo as crianças tiraram ela do fogo e levaram pra um lago. Queimou só um pouquinho. 😉

Ufa!

Maria Flor tem 3 anos e 7 meses.
25/09/2017

Ideologia de Gênero

Quase hora do almoço. Tenho q buscar o João na escola. O carro não tem rádio, coloco a playlist do spotify pra tocar. Dou o celular nas mãos dela, enquanto ela ouve música me pergunta menos.
Insucesso:
— Mamãe, homem pode casar com mulher?
Olho no trânsito, ouvido na filha.
— Claro, filha! O papai não casou com a mamãe? O vovô casou com a vovó…
— E mulher pode casar com mulher?
— Pode — respondo sem me alongar no tema.
Ela de olhos apaixonados q eu vejo refletidos no retrovisor diz:
— Então quando eu for jovem eu vou casar vc!
Rio alto. Explico:
— Quando vc crescer vai conhecer uma pessoa q vc vai gostar…
— Mas eu já gosto é de vc, ué!
😂

Hahahaha Até quando?
Por enquanto Maria Flor tem 3 anos.
17/11/2017